A plástica abdominal, ou abdominoplastia, é um dos procedimentos mais realizados em cirurgia plástica. Em geral, fatores como gestações múltiplas,perda excessiva de peso e a genética contribuem para o desenvolvimento de flacidez da pele, depósitos de gordura e marcas de distensão(estrias) na região abdominal.
A abdominoplastia remove o excesso de pele, corrige a flacidez muscular e os depósitos de gordura.Na maioria das vezes,este é um procedimento recomendado para pessoas que perderam muito peso e mulheres que já tiveram gestações e não pretendem ter outros filhos.
É importante lembrar que a cirurgia não pode ser considerada tratamento de obesidade ou alternativa à dieta e aos exercícios físicos. Os pacientes que desejam realizá-la devem ter hábitos saudáveis e estar relativamente em forma.O objetivo da cirurgia é proporcionar um melhor contorno da região abdominal.

abdominoplastia

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE ABDOMINOPLASTIA

1) O que é dermolipectomia abdominal?
Dermo = pele; Lipo = gordura; Ectomia = retirada. Portanto, nada mais é que a retirada de pele e gordura do abdome.

2) Quantos quilos a cirurgia plástica do abdome me fará perder?
Em primeiro lugar, a abdominoplastia não deve ser feita apenas para perder quilos. Ela é uma cirurgia plástica para modelar a barriga. Por ser uma operação que retira uma quantidade variável de pele e de gordura é evidente que ocorra uma perda de peso. Mas a finalidade não é essa, e sim diminuir as proporções do abdome, de modo que ele fique esteticamente equilibrado em relação ao resto do corpo.

3) A cicatriz deixada pela abdominoplastia é muito perceptível?
A sutura feita na cirurgia do abdome se localiza logo acima da implantação dos pêlos pubianos. Ela resulta em uma cicatriz horizontal que se prolonga lateralmente . O local é escolhido previamente de modo que a cicatriz possa ser escondida sob roupas íntimas e de banho. Esta cicatriz infalivelmente passará por várias fases de evolução, como se segue:

1ª FASE (Pós operatório imediato até o 5º dia de cirurgia):
Apresenta-se com aspecto excelente e pouco visível.

2ª FASE (6º dia de pós operatório até 4º mês):
Neste período haverá espessamento natural da cicatriz, bem como mudança na tonalidade de sua cor que se tornará “vermelha”. Existe, algumas vezes, prurido(coceira) e até dor discreta sobre a cicatriz. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o que mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização, recomendamos às pacientes que não se preocupem, pois o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.

3ª FASE (4ª mês até aproximadamente 12ª mês):
Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente, atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia do abdome deverá ser feita após este período.

4) Quando poderei notar o resultado definitivo da cirurgia?
Os seis primeiros meses após a cirurgia não são os ideais para se avaliar qualquer resultado,dentro desse período, o abdome apresentará inchaços que diminuirão gradativamente, além do aspecto esticado. Os exercícios orientados para a modelagem da área operada e o tratamento estético, geralmente, indicados a partir do 5 dia de pós-operatório, são essenciais para que o tempo de evolução do pós-operatório seja o menor possível.

5) O meu umbigo será reconstituído?
Não. O umbigo somente será recolocado simetricamente no lugar apropriado para o equilíbrio estético. Por ser retirado e recolocado, o corte do umbigo resultará numa cicatriz circular voltada para seu interior, ficando assim pouco visível.

6) A abdominoplastia corrige o excesso de gordura sobre o estômago?
Antes de tudo é importante lembrar que a abdominoplastia traz melhores resultados em relação ao excesso de pele e de flacidez, com resultados mais discretos em relação a gordura. A espessura da gordura que reveste o corpo também é fator essencial para o sucesso desta questão. Em algumas situações, é necessária a realização de uma lipoaspiração complementar no mesmo ato cirúrgico, ou em um segundo tempo, para melhor resolução desse problema.

7) A cirurgia me impedirá de ter filhos futuramente?
É aconselhado que, se ter filhos ainda está nos seus planos, deixe a cirurgia para depois. O procedimento não irá interferir em futuras gestações, porém ,os resultados obtidos com essa operação, caso engravide, podem sofrer mudanças do ponto de vista estético ,havendo em alguns casos,necessidade de futuras correções.

8) O pós-operatório da abdominoplastia é muito doloroso?
Uma cirurgia plástica de abdome que tenha uma evolução normal não deve ser dolorosa. A dor pode ser um sinal que algo não esteja bem, e o médico deverá ser avisado . Analgésicos são receitados para evitar qualquer complicação.

9) Existe risco na dermolipectomia abdominal?
Apenas aqueles relacionados a qualquer outro tipo de cirurgia, como: hematoma( coleção de sangue), seroma (coleção de liquido).deiscência da sutura e infecção. Esses riscos estão associados à falta de precauções e da preparação adequada do paciente.

10) Que tipo de anestesia é utilizado nessa cirurgia?
Dependendo da necessidade do paciente pode ser utilizada tanto a anestesia geral quanto a peridural ou similar.

11) Quanto tempo dura a cirurgia de abdominoplastia e qual é o período de internação?
A cirurgia leva cerca de 3 horas e, se tudo correr bem, é preciso somente um dia de internação. Quando associada à lipoaspiração o tempo cirúrgico pode chegar à 5 horas.

12) Vou precisar usar dreno?
Sim. O tempo de utilização do dreno depende da quantidade de secreção a ser eliminada. Esse período varia entre 24h à 1 semana.

13) Depois de quantos dias o cirurgião retira os pontos?
Geralmente, após 2 semanas do pós-operatório,porém, tenho utilizado na maioria das pacientes, fios absorvíveis para realização dos pontos, não sendo, portanto, necessária a retirada do fio.

14) A partir de que dia posso tomar banho?
Em 48 à 72 horas do pós-operatório, sendo recomendado o banho com sabonete neutro.

15) Posso aproveitar o ato cirúrgico para associar a abdominoplastia a outros procedimentos?
Sim. É comum a preferência dos pacientes quanto a associação desta cirurgia à mamoplastia de aumento ou redutora e também à lipoaspiração. Mas só o cirurgião plástico poderá avaliar as condições para tal associação. Ele observará as condições físicas e psicológicas da paciente.

16) Posso associar a cirurgia plástica abdominal à cesárea?
Não é aconselhável, pois os resultados não serão tão satisfatórios. O sucesso da abdominoplastia se dá quando a paciente se encontra no seu peso normal. Logo após o parto o abdome ainda está inchado e cheio de líquido, por isso, é recomendado esperar que todo esse inchaço desapareça. Desse modo, sobra mais pele para retirar, aumentando as chances de uma cirurgia bem feita, diminuindo os riscos de flacidez. Além disso, o pós-operatório da abdominoplastia requer repouso, o que atrapalha a amamentação e os cuidados com o bebê. O ideal, portanto, é esperar cerca de 6 meses à 1 ano.

17) Se eu fizer a abdominoplastia depois da cesárea ficarei com as duas cicatrizes?
Muito pelo contrário. A dermolipectomia abdominal esconde a cicatriz da cesárea, portanto a única cicatriz aparente será a da última cirurgia.

18) A sensibilidade do abdome ficará prejudicada após a cirurgia?
Não. Todos os resultados como dissemos anteriormente, devem ser avaliados após seis meses à 01 ano da realização da cirurgia. Antes desse período acabar é comum que haja uma alteração na sensibilidade,principalmente, abaixo do umbigo,porém, invariavelmente a sensibilidade voltará ao normal.

19) O que é a mini-abdominoplastia?
É o mesmo procedimento, mas é retirada uma quantidade menor de pele e, por isso, a cicatriz é menor. Esse tipo de cirurgia é recomendado para pacientes com pouca flacidez e sobra de pele no abdome.Sua indicação é bem restrita.

20) É obrigatório fazer drenagem linfática?
É recomendado que se faça um tratamento estético planejado pela clínica, para que os resultados da abdominoplastia sejam ainda melhores. A drenagem linfática é uma massagem indicada para eliminar o inchaço do abdome, garantir uma melhor circulação sanguínea e da linfa, acelerar a maturação da cicatriz, além de ajudar o organismo na recuperação da cirurgia.

21) O uso da cinta é obrigatório?
Sim. Após a cirurgia plástica do abdome é colocado um curativo compressivo em torno do mesmo e uma cinta cirúrgica, que deverá ser utilizada por pelo menos dois meses. A cinta é muito importante, pois a sua ação é mecânica: comprime o abdome, inibindo a formação de hematomas e seromas. Além de tudo isso, o paciente se sente mais seguro e confortável com ela.

RECOMENDAÇÕES SOBRE ABDOMINOPLASTIA

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIO:

  • Comunicar-se conosco até 2 dias antes da cirurgia, em caso de gripe, indisposição, etc.
  • Internar-se no hospital indicado obedecendo ao horário de internação.
  • Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito fartas, na véspera da cirurgia.
  • Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 15 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos.

*Avisar o seu médico sobre medicações que esteja utilizando, algumas delas deverão ser suspensas antes da cirurgia.

*Suspender o uso de cigarro 30 dias antes da cirurgia, e 30 dias após o procedimento.

  • Aumentar a ingestão hídrica, no mínimo 3 litros por dia.
  • Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a se tornar dispensável à terceiros, por um período de aproximadamente 4 semanas.

*Ler , compreender e assinar o TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO ,cujo o propósito é essencialmente o de informar, garantindo ao paciente uma atitude ética e digna por parte do seu cirurgião plástico.

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIO:

  • Evitar esforços por 30 dias.
  • Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentada, assim como evitar ao máximo subir e descer escadas longas.
  • Evitar molhar o curativo nos primeiros dias de pós operatório.
  • Usar meia elástica por aproximadamente 7 à 10 dias.

*Usar a cinta/modelador abdominal por pelo menos 60 dias.

  • Andar com ligeira flexão (curvada) do tronco e manter passos curtos, por um período de 15 dias.
  • Obedecer à prescrição médica.
  • Iniciar tratamento pós-operatório no terceiro ao quinto dia pós-cirurgia.
  • Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de esquecer que foi operada recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos.
  • Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases da cicatrização. Tire conosco quaisquer dúvidas.
  • Sol e ginástica a partir de 45 dias se estiver tudo ok.
  • Alimentação normal (salvo em casos especiais).
  • Aguarde para fazer sua “dieta ou regime de emagrecimento”, após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências indesejáveis.