A dermolipectomia dos braços corrige a flacidez e o excesso de pele na região dos braços. Assim como ocorre com as pernas, o envelhecimento natural dos tecidos e ,principalmente,as perdas excessivas de peso ,influenciam na aparência dos braços, deixando muitas mulheres inseguras na hora de usar blusas cavadas, mostrarem os braços e acenar um “tchau”. A cirurgia dos braços consiste na retirada de gordura e pele em excesso da região (dermo = pele; lipo = gordura; ectomia = retirada).
O procedimento pode ser realizado isoladamente, ou associado à lipoaspiração que garante melhor contorno corporal. A dermolipectomia não deve ser considerada como tratamento de obesidade, ou substituto de dietas e exercícios físicos.
A cirurgia pode levar de duas à três horas, é realizada com anestesia local com sedação ou geral, conforme a complexidade do procedimento. O tempo de internação varia de 12 à 24 horas, dependendo do tipo de anestesia utilizado.
Em seguida, há a retirada da pele em excesso, que pode ser realizada através de duas técnicas diferentes. Nas pacientes com pouca flacidez de pele, é feita uma incisão próxima à prega axilar, deixando uma cicatriz pequena e que se confunde entre os sulcos já existentes na axila. Nos casos em que há grande flacidez de pele, é necessário um segundo corte, que se estende verticalmente na parte interna do braço.
Durante o pós-operatório podem ocorrer edemas (inchaço) e equimoses (áreas avermelhadas), e tais sintomas desaparecem em alguns dias. Um analgésico será receitado para os casos de dor. É preciso tomar muito cuidado com a cicatriz, pois os movimentos inevitáveis do braço exercem tração e podem alargá-la. Deve-se evitar levantar os braços por 21 dias, além de não realizar esforços físicos e não dirigir pelo mesmo período. As atividades normais podem ser retomadas depois três a quatro semanas e exercícios físicos são liberados depois de dois meses.

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE DERMOLIPECTOMIA DOS BRAÇOS

1) O que é a dermolipectomia braquial?
Dermo = pele; Lipo = gordura; Ectomia = retirada. Portanto, é a retirada de pele e gordura do braço.

2) A cicatriz deixada pela dermolipectomia braquial é muito perceptível?
A sutura feita neste tipo de cirurgia é próxima à prega axilar, portanto, fica confundida entre os sulcos já existentes na axila. Somente nos casos em que há grande excesso de pele é necessário um segundo corte, que se estende verticalmente na parte interna do braço.

3) Como ocorrerá evolução da cicatriz?
O processo de evolução da cicatriz se dá em três fases: o período imediato, no qual ela se apresenta pouco visível; o período mediato, até o sexto mês após a cirurgia, quando ocorrerá a mudança de cor de vermelha para marrom e um espessamento gradativo; e o período tardio, do sexto ao décimo segundo mês, que é aquele em que a cicatriz começa a se tornar mais clara e fina, atingindo aos poucos o aspecto definitivo.

4) Existem grandes riscos na dermolipectomia de braço?
Toda cirurgia plástica, assim como qualquer procedimento cirúrgico, envolve um risco. Este risco é minimizado quando os pré-requisitos de segurança para realização da cirurgia são respeitados.

5) Que tipo de anestesia é utilizado nessa cirurgia?
Na maioria dos casos é aplicada a anestesia geral.

6) Quanto tempo leva a cirurgia e a internação?
A cirurgia dura em média três horas e a internação é de um dia, em casos de evolução normal.

7) O médico receitará medicamentos para diminuir a dor?
Sim. Apesar de não haver dor intensa, apenas de um desconforto muscular, o cirurgião receita analgésicos como prevenção. Além do antibiótico, que deve ser tomado por uma semana.

8) Será necessária a troca dos curativos?
Sim. Periodicamente durante o pós-operatório os curativos devem ser trocados, priorizando a higiene, e o paciente deverá utilizar uma malha compressiva por 30 à 60 dias.

9) Quando terei que retirar os pontos?
Se forem utilizados pontos absorvíveis, não será preciso. Entretanto, no caso da necessidade de tirar os pontos, este deverá ser realizado cerca de 2 semana após o ato cirúrgico.

10) Existe alguma restrição em relação ao banho?
Não. Você pode, e deve, tomar banho após 48 à 72horas do procedimento. Somente recomenda-se a utilização de sabonete neutro.

RECOMENDAÇÕES SOBRE A BLEFAROPLASTIA

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIO:

  • Comparecer ao local da cirurgia (hospital ou clínica) no horário previsto para internação.
  • Comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, quanto ao seu estado geral até a véspera da internação.
  • Não fazer maquiagem no dia da internação.
  • Trazer óculos escuros.
  • Na eventualidade de se internar no mesmo dia da operação, venha em jejum.
  • Compareça acompanhado para a internação.

*Ler , compreender e assinar o TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO ,cujo o propósito é essencialmente o de informar, garantindo ao paciente uma atitude ética e digna por parte do seu cirurgião plástico.

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIO:

  • Aplique compressas com chá de camomila gelado ou com soro fisiológico gelado 6 vezes ao dia, durante 30 minutos, nos 5 primeiros dias.
  • Alimentação livre.
  • Usar óculos escuros quando se expuser à luz natural.
  • Evitar sol por 90 dias.
  • Obedecer à prescrição médica.
  • Volte ao consultório para curativo e revisão nos dias estipulados.
  • Não traumatize nem “coce” os olhos.
  • Você poderá voltar às suas atividades normais, após 7 dias.

*Após a retirada dos pontos use protetor solar, inclusive nas pálpebras.